Cânion do Xingó atrai fãs do turismo ecológico para o Sergipe

Mai 15

Cânion do Xingó atrai fãs do turismo ecológico para o Sergipe


Turistas podem passear pelo Cânion do Xingó e mergulhar na Gruta do Talhado, em Canindé do São Francisco

alizada a 216 quilômetros de Aracaju, capital de Sergipe, a pouco conhecida cidade de Canindé de São Francisco oferece aos turistas fãs de roteiros ecológicos a experiência de nadar em um dos maiores cânions do mundo, o Xingó.

Quem se aventura a navegar 17 quilômetros pelas águas do “Velho Chico” para conhecer o Cânion do Xingó não se arrepende. O passeio pelo rio São Francisco, saindo do porto Karrancas, é feito de escuna ou catamarã, e o trajeto pelo cânion passa pelas águas represadas da Usina Hidrelétrica de Xingó.

Ao longo de todo o caminho, belos paredões rochosos de granito avermelhado e cinza compõem a paisagem daquele que é considerado o quinto maior cânion navegável do mundo. Ele recebe essa denominação por ser um vale profundo, caracterizado por paredes abruptas em forma de penhascos.

O cenário é formado pela vegetação de caatinga, típica da região, e o turista pode conferir exemplares de xique-xique, mandacaru, faxeiro e bromélias.

Ao final do passeio, o visitante pode mergulhar na Gruta do Talhado, que tem cerca de 15 metros de profundidade. Há também uma área reservada para quem não sabe nadar e prefere ficar protegido por redes.

Conhecido como Paraíso do Talhado por ser um dos lugares mais bonitos do Estado, o lugar ainda preserva a beleza natural e as águas límpidas que refletem a imagem das imensas paredes.

O visitante do complexo da monumental Usina Hidrelétrica de Xingó poderá conhecer ainda o Museu de Arqueologia do Xingó (MAX), localizado na saída do porto Karrancas e o Parque Temático da Catinga.

Comentários

Quer conhecer a região de Xingó e se hospedar no melhor hotel?