Rio São Francisco: O quinto maior cânio navegavel do mundo

Mar 19

Rio São Francisco: O quinto maior cânio navegavel do mundo


Com suas formações rochosas de milhares anos e esses paredões que nos deixam impressionadps sempre que nos deparamos com eles, estes que servem como berço para as belas e formosas aguas do Rio São Francisco.

O Brasil, em especial o nordeste, é famoso pelas praias paradisíacas de seu extenso litoral. Esse destino, porém, está mais para um oásis no deserto. O Cânion do Xingó fica na divisa entre Alagoas e Sergipe. Quase uma miragem, as águas verdes contrastam com os paredões rochosos milenares. Parece até obra divina, mas os créditos são da humanidade.

Em 1994 o curso do Rio São Francisco foi alterado para a construção da hidrelétrica Xingó, o cânion foi o resultado do represamento das águas do rio no meio da caatinga e criou, acidentalmente, uma das paisagens mais belas do país.

Como ir?

Para conhecer o cânion é necessário fazer o passeio de catamarã (barco relativamente grande), saindo de Canindé de São Francisco. Há duas opções mais comuns para o passeio:

    Sair de Aracaju, a 210km, normalmente feitos em três horas. Há várias agências de turismo que oferecem o passeio, mas também é possível alugar um carro e conhecer a caatinga no caminho.
    Hospedar-se em Piranhas (AL), cidade vizinha. Reza a lenda que o famoso cangaceiro Lampião e seu grupo montavam acampamento por aqui. Além, é claro, de aproveitar melhor o passeio.

O catamarã sai às 11h do Restaurante Karrancas. A capacidade ultrapassa os cem turistas, facilmente alcançados. Então não vamos mentir, o lugar fica bem cheio, principalmente durante feriados e alta temporada. Apesar disso, a infraestrutura é confortável e limpinha, tem até bar e restaurante abordo. O passeio todo dura cerca três horas, uma para ir, uma para ficar lá e outra para voltar. Durante esse tempo nada de silêncio, músicas tradicionais (ouve-se:forrózin) da região tocam a viagem e alegram os turistas.

O cânion tem mais de 60km de extensão e chega a ter quase 200m de profundidade em algumas áreas. O barco para numa estrutura montada especialmente para os turistas, com áreas cobertas, comidas, bebidas, música e macarrões (sim, aqueles de pular na água). Falando em pular, as águas esverdeadas geladinhas aguardam por você. Tem duas áreas delimitadas: uma funda (10m) e uma rasinha para as crianças – a galera se diverte!

Ah, lá também é muito recomendável pegar uma embarcação menorzinha, como uma canoa, para navegar cânion adentro até a Gruta do Talhado. Um dos pontos altos do passeio onde se chega a quase tocar as paredes rochosas.

Bateu a fome? Fique tranquilo, ao final do passeio há um almoço delicinha no buffet do Restaurante Karrancas.

Quanto custa?

    Só o passeio = R$70
    Passeio + Gruta do Talhado = R$75
    Excursão saindo de Aracaju = em média entre R$130 e R$180

Para os aventureiros de plantão (ou alternativos) há outros tipos de passeio. Você pode alugar um passeio de lancha particular com os amigos ou fazer esportes radicais como rapel, mergulho e trilhas pela região. Para isso, contate uma agência de turismo ;p

 

Fonte: http://blog.clickbus.com.br/canion-do-xingo/

Comentários

Quer conhecer a região de Xingó e se hospedar no melhor hotel?