Rio São Francisco é um imenso parque natural para práticas esportivas

Mar 21

Rio São Francisco é um imenso parque natural para práticas esportivas


Equipe do Esporte Espetacular visitou a região de Paulo Afonso, na Bahia, para fazer rapel, tirolesa, canoagem e mergulho no cenário da nova novela da TV Globo

A música de Velho Chico, a nova novela das nove da Rede Globo anuncia: "Sou um rio santo, não sequem isso de mim. Eu me chamo São Francisco, mas me chamam Velho Chico". Antes de embarcar para Paulo Afonso, na Bahia, já havia escutado a voz do violeiro Xangai na chamada da novela.

Nosso primeiro contato com o rio foi no povoado de Xingozinho, que fica próximo a Paulo Afonso: um lugar lindo, de onde podemos ver a divisa entre os estados da Bahia, Pernambuco e Sergipe. Ali, gravamos a abertura de nossa reportagem, fizemos um rapel de 45m, nos aventuramos em uma tirolesa de 350m e ainda remamos em uma pequena parte dos 2830km do Velho Chico.

- Junto com um homem de confiança, o Lampião passava aqui nessa parte do rio para ir encontrar Maria Bonita. Ela era casada e eles se encontravam nos bailes perfumados. Mas ele tinha que ver bem escondido aqui no rio para não sofrer nenhuma emboscada - revelou o guia de ecoturismo Eid.

Mas nenhum lugar foi mais surpresa do que Petrolândia, em Pernambuco. Da estrada, vimos uma imensidão azul com areia que parecia uma praia no meio do sertão , mas era o Lago de Itaparica. Um enorme oásis que surgiu após a construção da Usina Hidrelétrica de Luiz Gonzaga e a inundação da antiga cidade, em 1988. Ali, Clayton e o cinegrafista Rodrigo Figueiredo mergulharam na Igreja do Sagrado Coração de Jesus e na antiga fábrica de doces da região.

- O mergulho em Petrolândia foi único na minha vida: nunca tinha tido a experiência de mergulhar em uma cidade submersa. A visibilidade não era das melhores - por conta das chuvas -, mas foi muito gratificante - disse Clayton.

- Nosso lote era um lugar bem alto e foi enchendo. Até que virou uma ilha. Aí eu peguei uma canoazinha pra buscar meu material lá. Foi muito rápido. De um dia para o outro, cobriu três metros de altura de água - lembrou seu Bezinho, ex-morador da região.

 Para encerrar nossa expedição pela região de Paulo Afonso, fomos ao Raso da Catarina, o lugar mais seco do estado da Bahia. Um lugar onde o bando de Lampião - o rei do cangaço - se escondia e fazia emboscadas para a volante, a polícia militar da época.

- Tem uma lenda que Lampião escondeu umas botijas com armas e outro aqui no Raso da Catarina e até hoje elas não foram encontradas. Segundo os índios que tomam conta aqui da reserva ecológica, algumas pessoas já viram o espírito de Lampião vagando por aqui. E ele só vai se livrar disso depois que alguém achar essas botijas - contou o guia de ecoturismo Calango.

- A beleza do Raso da Catarina é impressionante, um lugar com muita história. Além da passagem de Lampião, esse lugar foi usado em gravações da minissérie "Amores Roubados" e a próxima novela "Velho Chico" - explicou o repórter.

A região de Paulo Afonso é apenas uma pequena parte de onde o Rio São Francisco muda vidas no Brasil. O rio cruza cinco estados do país, passa por 521 cidades e é conhecido com o "rio da integração". Ou apenas "Velho Chico", como Antonio Fagundes diz no final da nova novela.

- Essa é a história que vamos cantar, nas águas do Rio Opará, nas águas do Rio Mar, vem aí: Velho Chico, seu novo romance das 9 - finaliza o ator.

Comentários

Quer conhecer a região de Xingó e se hospedar no melhor hotel?